sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Hipnoterapia

Na Hipnoterapia o emprego da imaginação é muitas vezes usado no “aprofundamento”, após relaxamento e indução da hipnose e no retorno do transe hipnótico. Segundo Dowd (2002, p. 622) “as sugestões são mais eficazes quando se emprega a imaginação”.
Exemplos:

· Técnica da escada – o indivíduo se imagina descendo uma escada, e a cada degrau que desce, mais se aprofunda no transe. Para sair do transe, se imagina subindo os degraus.

· Técnica do mergulho – o sujeito se imagina mergulhando no mar, cada vez mais fundo, enquanto se aprofunda cada vez mais no transe. Para sair do transe se imagina subindo para a superfície.

A imaginação também é usada na hipnoterapia para a eliminação de problemas, hábitos ou transtornos não desejados.

DOWD, E. Thomas. Hipnoterapia. In: CABALLO, Vicente E. (Org.). Manual de técnicas de terapia e modificação do comportamento. 2. ed. São Paulo : Santos, 2002. p. 609-628.

2 comentários:

Dide disse...

Olha só que engraçado: às vezes, quando não consigo dormir, me imagino embaixo d'água no mar, nadando e brincando com os peixinhos. Sempre consigo dormir depois disso. Viu? Eu fazia visualização criativa e nem sabia!

Sandra Caselato disse...

Que legal!